Foto por Movimento Estrela Viva | Facebook

1 – Aproveite os restos de legumes que não consome como por exemplo: Cascas de cenoura, de abóbora, cebola, talos de couve, etc. Congele enquanto não tem restos suficientes.


2 – Quando tiver uma quantidade grande, cozinhe em lume brando com água até cobrir e um pouco de sal. Deixe reduzir ao máximo para que este fique o mais concentrado possível.


3 – Deixe arrefecer e coe o seu caldo de legumes. Coloque numa cuvete de gelo ou saco de fazer cubos de gelo.


4 – Use a gosto para temperar sopas, refogados, etc.


O melhor de tudo é que terá sempre caldos que irão variando dependendo dos legumes que consumir.
Bom apetite.

Publicado por Movimento Estrela Viva a 5 de junho de 2020.

Outros artigos deste autor >

O Movimento Estrela Viva é um grupo informal de cidadãos com ligações à Serra da Estrela e regiões limítrofes que surgiu após os incêndios de outubro de 2017, e que se afirma laico, apartidário e sem fins lucrativos. Tem a missão de proteger e valorizar o território através de ações de preservação da natureza e de desenvolvimento do meio rural (promoção de produtos endógenos, valorização das comunidades, preservação de valores e tradições), sustentadas em modelos colaborativos e de cooperação com parceiros locais, na capacitação dos cidadãos e segundo uma lógica de desenvolvimento sustentável.
Facebook
Instagram

Deixe o seu comentário

Skip to content