Foto de Movimento Estrela Viva

Dedicada ao tema “O Interior que trago em mim”, a segunda conversa do ciclo online “Há vida na montanha!” vai decorrer a 6 de maio, às 21h. Contará com as intervenções de Jaime Reis (compositor, professor e diretor artístico do Festival DME) e Daniela Oliveira (dirigente do Go Romaria – Associação Cultural Gouveense e deputada municipal em Gouveia). 

Em nota de imprensa, o Movimento Estrela Viva informa que vai decorrer a segunda conversa do ciclo online “Há vida na montanha!”, desta vez o tema da iniciativa será “O Interior que trago em mim”. 

A sessão vai decorrer às 21h de dia 6 de maio e vai contar com as presenças de “dois jovens que, como tantos outros, cresceram na Serra da Estrela e daqui partiram em busca de concretização profissional. Sem nunca, contudo, terem perdido a ligação à terra natal, onde regressam sempre, contribuindo ativamente para a dinâmica do território que os viu crescer”. 

Jaime Reis é compositor, professor e diretor artístico do festival Dias de Música Eletroacústica e Daniela Oliveira é engenheira civil, vice-presidente da Associação GO Romaria e deputada da Assembleia Municipal de Gouveia. Os convidados “irão partilhar connosco de que forma as suas personalidades e maneiras de ver o mundo foram influenciadas por terem crescido em cidades do interior”. 

O movimento relembra que no dia 16 de abril realizou-se a primeira conversa do ciclo online com o mote “O património à luz do presente”, que contou com as intervenções de Luís Antero (paisagista sonoro) e João Pedro Mendes (produtor do único gin de montanha português). 

Pequena biografia dos convidados:  

Jaime Reis: cresceu em Seia onde estudou no Conservatório de Música. Dali partiu para a Universidade de Aveiro para estudar composição e música eletrónica com João Pedro Oliveira. Estudou ainda com Karlheinz Stockhausen e Emmanuel Nunes. É o fundador e diretor artístico do Festival DME, com sede em Seia, e do espaço Lisboa Incomum, em Lisboa. A sua música, instrumental e eletroacústica, foi interpretada em mais de 20 países. Colaborou com instituições como: ZKM, IRCAM, Musik Fabrik, The Acousmonium Project of Vienna, Aleph Guitar Quartet, Musiques & Recherches. É professor na Escola Superior de Música de Lisboa. Lecionou também durante muitos anos no Conservatório de Música de Seia, pertencendo aos corpos dirigentes que tutelam esta instituição. Apesar da sua carreira internacional e intensa atividade profissional, continua a trazer a Seia vários eventos com músicos nacionais e internacionais na área da música erudita contemporânea e eletroacústica, no âmbito do Festival DME. 

Daniela Oliveira: natural de Vinhó, Gouveia. Engenheira civil em Leiria, mas com Gouveia no coração. Crescer num meio pequeno fê-la despertar muito cedo para a importância da cidadania ativa na defesa dos direitos da sua comunidade, em prol de uma sociedade mais justa e igualitária. É atualmente deputada na Assembleia Municipal de Gouveia e integra a Assembleia de Freguesia da sua aldeia.  É vice-presidente da GO Romaria, Associação Cultural Gouveense. Feminista convicta, Daniela é ainda cronista habitual do jornal Notícias de Gouveia.

Outros artigos deste autor >

O Movimento Estrela Viva é um grupo informal de cidadãos com ligações à Serra da Estrela e regiões limítrofes que surgiu após os incêndios de outubro de 2017, e que se afirma laico, apartidário e sem fins lucrativos. Tem a missão de proteger e valorizar o território através de ações de preservação da natureza e de desenvolvimento do meio rural (promoção de produtos endógenos, valorização das comunidades, preservação de valores e tradições), sustentadas em modelos colaborativos e de cooperação com parceiros locais, na capacitação dos cidadãos e segundo uma lógica de desenvolvimento sustentável.
Facebook
Instagram

Deixe o seu comentário

Skip to content