Foi divulgado hoje pelo Cine Clube de Viseu o programa da iniciativa Cinema na Cidade, que volta, mais uma vez, a ocupar o coração do centro histórico de Viseu, de 29 de julho a 02 de agosto. “O cinema ao ar livre é organizado pelo Cine Clube de Viseu desde 1982, tratando-se, por diversas razões, de uma das actividades culturais de maior tradição e expressão nesta região (…) é uma das actividades mais importantes para a fruição do espaço público da cidade, para a conquista de públicos para a cultura, para o bem-estar e atractividade do centro histórico de Viseu.”

O Cine Clube de Viseu apresenta cinco filmes, para públicos de todas as idades, começando a primeira noite com a ternurenta animação sobre uma amizade improvável entre um grande urso e uma pequenina rata orfã, “Ernest & Célestine”. Na segunda noite será exibido “Verão 1993”, a primeira longa-metragem da realizadora catalã, Carla Simón, premiada em Berlim com o galardão de Melhor Primeira Longa-Metragem, um comovente filme auto-biográfico. Um belo poema sobre a infância e as complexas emoções vividas por uma criança, depois de perder os pais. Há ainda espaço para os clássicos, com o musical “Os Chapéus de Chuva de Cherburgo” (1964), de Jacques Demy, uma das suas obras primas, belo, melancólico e uma triste história de amor; e a comédia “A Ultrapassagem” (1962), de Dino Risi, um dos mestres da commedia all’italiana. No último dia, a sessão de “Os Cantadores de Paris” (2017), de Tiago Pereira, contará com a presença do realizador e será acompanhada de concerto pelo grupo de Cante Alentejano AS CEIFEIRAS DE PIAS.

O cinema ao ar livre acontece, com entrada livre, na Praça D.Duarte, mas também no Museu Nacional Grão Vasco.

Programa Cinema na Cidade 2019

29 Julho – Praça D.Duarte – 21h30
Ernest & Célestine (2012), de Stéphane Aubier, Vicent Patar e Benjamin Renner (França)

30 Julho – Praça D.Duarte – 21h30
Verão 1993 (2017), de Carla Simón (Espanha)

31 Julho – Praça D.Duarte – 21h30
Os Chapéus de Chuva de Cherburgo (1964), de Jacques Demy (França)

01 Agosto – Museu Nacional Grão Vasco – 21h30
A Ultrapassagem (1962), de Dino Risi (Itália)

02 Agosto – Museu Nacional Grão Vasco – 21h30
Os Cantadores de Paris (2017), de Tiago Pereira (Portugal/França)

Outros artigos deste autor >

Se disséssemos que éramos um bando de miúdos, um tanto sonhadores, que queriam fundar um site para escrever sobre cinema e que, por algum desígnio divino, pudéssemos fazer da vida isto de escrever sobre a sétima arte, seria isso possível? A resposta é óbvia: dificilmente. Todavia Isso não impediu o bando de criá-lo em 2008, ano da fundação do Cinema 7.ª Arte. O espírito do western tinha-se entranhado em nós…
“A atividade crítica tem três funções principais: informar, avaliar, promover”. É desta forma que pretendemos estimular o debate pelo cinema.
Acima de tudo, escreveremos sempre como cinéfilos, esses sonhadores enamorados da sétima arte.
www.cinema7arte.com

Outros artigos deste autor >

Portuense mas reside em Viseu desde 2015 e é apaixonado por cinema e política. É administrador do site Cinema Sétima Arte, programador de cinema no espaço Carmo 81 e fez parte da equipa que reabriu o Cinema Ícaro, em Viseu, com o Desobedoc 2018. É ativista na Plataforma Já Marchavas, que organizou a 1.ª Marcha LGBTI+ de Viseu, em 2018.

Deixe o seu comentário

Skip to content