Número de espectadores de cinema aumenta no interior de Portugal

Cinema Ícaro
Cinema Ícaro, em Viseu

Analisando os distritos do interior de Portugal (Beja, Bragança, Castelo Branco, Évora, Guarda, Portalegre, Vila Real e Viseu) verifica-se que em 2023 o número de espectadores aumentou 31% face ao registado no ano de 2022, segundo dados provisórios divulgados pelo Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA).

Somando o número de bilhetes vendidos dos oito distritos do interior, em 2023 foram vendidos 703,912, ou seja, cerca de 165 mil bilhetes a mais do que em 2022 (537,994 espectadores). Também o número de ecrãs disponíveis no interior de Portugal aumentou, passando de 69 (em 2022) para 78 (em 2023).

O distrito com maior número de espectadores em 2023 foi Viseu, com um total de 232.455 bilhetes vendidos, seguido por Vila Real (163.028), Évora (125.123), Castelo Branco (113.556), Guarda (42.195), Bragança (10.144), Portalegre (9.942) e Beja (7.469). No entanto, o maior aumento percentual registado do número de espectadores foi o distrito de Portalegre, com um aumento de 50%, apesar de ser o distrito com menor população. Seguem-se os distritos da Guarda (com um aumento de 36%), de Castelo Branco (35%), Vila Real (33%) e Viseu (30%).

Segundo dados do ICA, o número de espectadores totais de todo o país aumentou 27,8% face a 2022 (12,3 milhões de espectadores) e gerou uma receita bruta de bilheteira de 72,9 milhões de euros (um aumento de 31,6%). Houve portanto uma franca recuperação do número de idas às salas de cinema em Portugal, tendo em conta que em 2022 tinham sido registados 9,6 milhões de espectadores e apenas 5,46 milhões em 2021. “Barbie”, de Greta Gerwig, foi o filme mais visto de 2023, com mais de 893 mil espectadores e uma receita de bilheteira de 5,3 milhões de euros. Já o ranking dos filmes nacionais de 2023, o filme mais visto foi “Pôr do Sol: O Mistério do Colar de São Cajó”, de Manuel Pureza, com cerca de 118 mil espectadores. O pódio completa-se com “Um Filme do Caraças” (24 mil espectadores) e “Mal Viver” (17 mil).

Número de espectadores por distrito, em 2023:
Beja – 7.469 espectadores
Bragança – 10,144
Castelo Branco – 113,556
Évora – 125.123
Guarda – 42,195
Portalegre – 9.942
Vila Real – 163,028
Viseu – 232,455

Total – 703,912 espectadores

Número de espectadores por distrito, em 2022:
Beja – 6.682 espectadores
Bragança – 8,944
Castelo Branco – 83,943
Évora – 100.391
Guarda – 31,073
Portalegre – 6.602
Vila Real – 122,276
Viseu – 178,083

Total: 537,994 espectadores

Top 10 filmes mais vistos em 2023

  1. Barbie – 893.787 espectadores
  2. Velocidade Furiosa X – 691.439
  3. Oppenheimer – 552.232
  4. Avatar: O Caminho da Água – 466.999
  5. Super Mario Bros. O Filme – 461.071
  6. Elemental – 385.446
  7. A Pequena Sereia – 368.070
  8. Missão: Impossível – Ajuste de Contas – Parte Um – 356.335
  9. Indiana Jones e o Marcador do Destino – 295.280
  10. Guardiões da Galáxia Volume 3 – 234.069

Top 10 filmes portugueses mais vistos em 2023

  1. Pôr do Sol: O Mistério do Colar de São Cajó – 118.671 espectadores
  2. Um Filme do Caraças – 24.572
  3. Mal Viver – 17.441
  4. Ice Merchants – 13.944
  5. Amadeo – 13.491
  6. Viver Mal – 12.945
  7. O Último Animal – 7.859
  8. Não Sou Nada – The Nothingness Club – 7.254
  9. Great Yarmouth – Provisional Figures – 6.857
  10. A Sibila – 6.680

Se disséssemos que éramos um bando de miúdos, um tanto sonhadores, que queriam fundar um site para escrever sobre cinema e que, por algum desígnio divino, pudéssemos fazer da vida isto de escrever sobre a sétima arte, seria isso possível? A resposta é óbvia: dificilmente. Todavia Isso não impediu o bando de criá-lo em 2008, ano da fundação do Cinema Sétima Arte. O espírito do western tinha-se entranhado em nós…
“A atividade crítica tem três funções principais: informar, avaliar, promover”. É desta forma que pretendemos estimular o debate pelo cinema.
Acima de tudo, escreveremos sempre como cinéfilos, esses sonhadores enamorados da sétima arte.
www.cinema7arte.com

Portuense mas reside em Viseu desde 2015 e é apaixonado por cinema e política. É administrador do site Cinema Sétima Arte, programador de cinema no espaço Carmo 81 e fez parte da equipa que reabriu o Cinema Ícaro, em Viseu, com o Desobedoc 2018. É ativista na Plataforma Já Marchavas, que organizou a 1.ª Marcha LGBTI+ de Viseu, em 2018.

Related Posts
Ler Mais

Rio vazio

Fico entre os meandros das coisas Sem me perder. Esfrego os olhos e sacudo a alma para ver.…
Corpos nus
Ler Mais

Metade

"Os corpos visíveis tocam trompetes Abrindo os painéis do Paraíso."
Ler Mais

Homem Livre!

Foto de Carla Pedroso | FacebookFoi nas urnas que nasceste, Nos votos semeados, Calcados, contados e recontados, Com…
Skip to content