Estreia a 3 de abril, pelas 22h na RTP1, a versão minissérie do filme “Ordem Moral”, de Mário Barroso, um drama de época protagonizado por Maria de Medeiros, Albano Jerónimo Marcello Urgeghe.

A terceira longa-metragem de Mário Barroso, que conta com a música original de Mário Laginha, estreou nas salas de cinema nacionais em setembro do ano passado, tendo sido o quatro filme mais visto de 2020, com 11.011 espectadores.

Com argumento de Carlos Saboga, a história é pública e conhecida: “em 1918, Maria Adelaide Coelho da Cunha, herdeira e proprietária do Diário de Notícias, abandona o luxo social, cultural e familiar em que vive para fugir com um insignificante chauffeur, 26 anos mais novo. As consequências desta sua decisão serão obviamente dolorosas e moralmente devastadoras.”

 

“Ordem Moral” é uma produção da Leopardo Filmes que conta no elenco com João Arrais, João Pedro Mamede, Júlia Palha, Ana Padrão, Teresa Madruga, Vera Moura, Dinarte Branco, Miguel Borges, Ana Bustorff e a participação especial de Isabel Ruth e Rui Morisson.

Publicado por Cinema Sétima Arte a 27 de março de 2021

Outros artigos deste autor >

Se disséssemos que éramos um bando de miúdos, um tanto sonhadores, que queriam fundar um site para escrever sobre cinema e que, por algum desígnio divino, pudéssemos fazer da vida isto de escrever sobre a sétima arte, seria isso possível? A resposta é óbvia: dificilmente. Todavia Isso não impediu o bando de criá-lo em 2008, ano da fundação do Cinema 7.ª Arte. O espírito do western tinha-se entranhado em nós…
“A atividade crítica tem três funções principais: informar, avaliar, promover”. É desta forma que pretendemos estimular o debate pelo cinema.
Acima de tudo, escreveremos sempre como cinéfilos, esses sonhadores enamorados da sétima arte.
www.cinema7arte.com

Outros artigos deste autor >

Portuense mas reside em Viseu desde 2015 e é apaixonado por cinema e política. É administrador do site Cinema Sétima Arte, programador de cinema no espaço Carmo 81 e fez parte da equipa que reabriu o Cinema Ícaro, em Viseu, com o Desobedoc 2018. É ativista na Plataforma Já Marchavas, que organizou a 1.ª Marcha LGBTI+ de Viseu, em 2018.

Deixe o seu comentário

Skip to content