Foto retirada de Cinema Sétima Arte

A partir do dia 22 de maio a plataforma de streaming Filmin vai adicionar ao seu vasto catálogo sete filmes (curtas e longas-metragens) do realizador português Bruno de Almeida.

O foco especial dedicado ao realizador é composto por “A Dívida” (1993), “The Collection” (2005), “The Lovebirds” (2008), “6=0 Homeoestética” (2008), “Bobby Cassidy – Counterpuncher” (2009), “A Palestra” (2012) e “Operação Outono” (2012).

“Uma aguardada colaboração com este cineasta que desde os seus primeiros filmes flutua entre a ficção e o documental. Em 1993, ganhou o prémio de melhor curta-metragem na Semana da Critica do Festival de Cannes com “A Dívida”. Num registo entre o drama e a comédia, os seus filmes de ficção passam-se quase sempre à noite, horário de escape, fantasia ou libertação com personagens à margem, perdidos entre a poética existencialista e o realismo urbano.”

No dia 21 de maio, a Filmin vai disponibilizar ainda um filme inédito em colaboração com a Cinema BOLD“Liberdade”, de Kiril Mikhanovsky, um filme baseado na experiência do próprio realizador enquanto condutor de uma carrinha de transporte para pessoas incapacitadas. Uma comédia sem tréguas, que se desenrola a um ritmo galopante, capaz de chegar à meta final de pulmões cheios.

Outros artigos deste autor >

Se disséssemos que éramos um bando de miúdos, um tanto sonhadores, que queriam fundar um site para escrever sobre cinema e que, por algum desígnio divino, pudéssemos fazer da vida isto de escrever sobre a sétima arte, seria isso possível? A resposta é óbvia: dificilmente. Todavia Isso não impediu o bando de criá-lo em 2008, ano da fundação do Cinema 7.ª Arte. O espírito do western tinha-se entranhado em nós…
“A atividade crítica tem três funções principais: informar, avaliar, promover”. É desta forma que pretendemos estimular o debate pelo cinema.
Acima de tudo, escreveremos sempre como cinéfilos, esses sonhadores enamorados da sétima arte.
www.cinema7arte.com

Outros artigos deste autor >

Portuense mas reside em Viseu desde 2015 e é apaixonado por cinema e política. É administrador do site Cinema Sétima Arte, programador de cinema no espaço Carmo 81 e fez parte da equipa que reabriu o Cinema Ícaro, em Viseu, com o Desobedoc 2018. É ativista na Plataforma Já Marchavas, que organizou a 1.ª Marcha LGBTI+ de Viseu, em 2018.

Deixe o seu comentário

Skip to content