O Cinema Sétima Arte anuncia os nomeados para a 11.ª edição dos Prémios Cinema Sétima Arte nas categorias de Melhor Filme do Ano (20 nomeados), Melhor Filme Português (5 nomeados) e Melhor Filme Estrangeiro (5 nomeados).

Ao longo do ano, o Cinema Sétima Arte foi escolhendo o melhor filme de cada mês, chegando a dezembro com uma lista de 12 filmes candidatos ao Melhor Filme do Ano, adicionando ainda oito filmes escolhidos pela nossa equipa, totalizando assim 20 filmes.

Todos os nomeados são filmes que estrearam em Portugal em pelo menos uma sala nacional, desde 1 de janeiro a 31 de dezembro do corrente ano. No total são 30 nomeados, sendo possível haver filmes nomeados para mais do que uma categoria.

Em anos anteriores os vencedores do prémio de Melhor Filme do Ano foram: “Quem Quer Ser Bilionário” de Danny Boyle em 2009, “A Rede Social”, de David Fincher em 2010, ”Cisne Negro”, de Darren Aronofsky, em 2011, “Amigos Improváveis”, de Olivier Nakache e Eric Toledano, em 2012, “Django Libertado”, de Quentin Tarantino, em 2013, “Grand Budapest Hotel”, de Wes Anderson, em 2014, “Mad Max: Estrada da Fúria”, de George Miller, em 2015, “Eu, Daniel Blake”, de Ken Loach, em 2016 e “Verão Danado”, de Pedro Cabeleira, em 2017, e “Chama-me Pelo Teu Nome”, de Luca Guadagnino, em 2018.

O objetivo desta iniciativa é destacar e premiar os melhores filmes nacionais e internacionais que estrearam em Portugal durante o ano corrente. O público deve votar nos seus filmes favoritos. As votações terminam a 25 de janeiro. No dia 26 de janeiro são anunciados os vencedores.

PARA VOTAR Clique Aqui

Outros artigos deste autor >

Se disséssemos que éramos um bando de miúdos, um tanto sonhadores, que queriam fundar um site para escrever sobre cinema e que, por algum desígnio divino, pudéssemos fazer da vida isto de escrever sobre a sétima arte, seria isso possível? A resposta é óbvia: dificilmente. Todavia Isso não impediu o bando de criá-lo em 2008, ano da fundação do Cinema 7.ª Arte. O espírito do western tinha-se entranhado em nós…
“A atividade crítica tem três funções principais: informar, avaliar, promover”. É desta forma que pretendemos estimular o debate pelo cinema.
Acima de tudo, escreveremos sempre como cinéfilos, esses sonhadores enamorados da sétima arte.
www.cinema7arte.com

Outros artigos deste autor >

Portuense mas reside em Viseu desde 2015 e é apaixonado por cinema e política. É administrador do site Cinema Sétima Arte, programador de cinema no espaço Carmo 81 e fez parte da equipa que reabriu o Cinema Ícaro, em Viseu, com o Desobedoc 2018. É ativista na Plataforma Já Marchavas, que organizou a 1.ª Marcha LGBTI+ de Viseu, em 2018.

Deixe o seu comentário

Skip to content