Festival de Cinema de Berlim lançou hoje o primeiro trailer de “Courage”, do cineasta bielorrusso Aliaksei Paluyan, um documentário sobre os protestos pacíficos do povo Bielorrússia, em 2020, contra a injustiça e a repressão brutal dos seus movimentos pela democracia.

Aliaksei Paluyan conseguiu filmar, a tempo de as fronteiras fecharem, os protestos de rua que ocorrem no verão de 2020 contra o presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, chamado de o “último ditador” da Europa, que queria renovar o seu mandato pela sexta vez. Aliaksei faz um retrato muito pessoal daqueles que lutaram e continuam a lutar pela sua liberdade e pelo direito à democracia.

“Courage” retrata estes protestos das eleições presidenciais focando-se na coragem e resistência de três protagonistas, antes e durante os protestos. “Por quase 15 anos, um teatro underground em Minsk tem provado que a liberdade artística é possível em um regime autoritário. Mas a que preço?”, lê-se na sinopse.

Maryna, Pavel e Denis, três atores de um teatro underground em Minsk, um dos principais palcos dos protestos, são apanhados no turbilhão de protestos em massa que os leva às ruas para protestar ruidosamente pela liberdade de expressão e a tão esperada mudança de poder. Mas o protesto pacífico é brutalmente reprimido pelo aparato de segurança do regime. Membros do grupo de teatro e muitas outras pessoas são presos.

Produzido pela Living Pictures Production, “Courage” está seleccionado para a secção Berlinale Especial da 71.ª edição do Festival de Cinema de Berlim. A sua primeira exibição realiza-se a 5 de março, no mercado online.

Publicado em Cinema Sétima Arte a 17 de fevereiro de 2021

Outros artigos deste autor >

Se disséssemos que éramos um bando de miúdos, um tanto sonhadores, que queriam fundar um site para escrever sobre cinema e que, por algum desígnio divino, pudéssemos fazer da vida isto de escrever sobre a sétima arte, seria isso possível? A resposta é óbvia: dificilmente. Todavia Isso não impediu o bando de criá-lo em 2008, ano da fundação do Cinema 7.ª Arte. O espírito do western tinha-se entranhado em nós…
“A atividade crítica tem três funções principais: informar, avaliar, promover”. É desta forma que pretendemos estimular o debate pelo cinema.
Acima de tudo, escreveremos sempre como cinéfilos, esses sonhadores enamorados da sétima arte.
www.cinema7arte.com

Outros artigos deste autor >

Portuense mas reside em Viseu desde 2015 e é apaixonado por cinema e política. É administrador do site Cinema Sétima Arte, programador de cinema no espaço Carmo 81 e fez parte da equipa que reabriu o Cinema Ícaro, em Viseu, com o Desobedoc 2018. É ativista na Plataforma Já Marchavas, que organizou a 1.ª Marcha LGBTI+ de Viseu, em 2018.

Deixe o seu comentário

Skip to content