Os borrachos dos pombais tradicionais geridos pela Palombar estão em pleno crescimento e em breve darão os primeiros voos…

Fotografia Alfredo Cordeiro/Palombar
Tão importante quanto recuperar e conservar os pombais tradicionais é assegurar o seu repovoamento com pombos saudáveis e a sua manutenção e controlo sanitário, um trabalho realizado pela Palombar em todos os pombais intervencionados.
O repovoamento dos pombais é realizado com pombos-da-rocha (Columbia livia) e as aves, além de receberem alimento e água, são alvo de cuidados de higiene e veterinários para assegurar a sua saúde e ótimo desenvolvimento.
Os pombais tradicionais, para além de serem um ícone da arquitetura vernacular e das paisagens do Nordeste Transmontano, onde se destacam com o seu branco luminoso e as suas estruturas peculiares no cimo de montes e vales, contribuem de forma significativa para a promoção e conservação da biodiversidade. Os pombos fazem parte da dieta de várias espécies de aves de rapina ameaçadas em Portugal, como é o caso da águia-de-Bonelli (Aquila fasciata), do açor (Accipiter gentilis) e do falcão-peregrino (Falco peregrinus), entre outras. Asseguram, assim, o sucesso reprodutor destas espécies e o aumento das suas populações. Estas edificações constituem igualmente um abrigo para várias espécies de fauna selvagem, entre as quais osgas, lagartixas, insetos e leirões.
O trabalho de recuperação, repovoamento e manutenção de pombais é realizado pela Palombar no âmbito de vários projetos e parcerias, nomeadamente através de ações desenvolvidas pela organização enquanto membro do Grupo Nordeste e parceira do projeto LIFE Rupis.
Outros artigos deste autor >

A Palombar – Associação de Conservação da Natureza e do Património Rural é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 2000, que tem como missão conservar a biodiversidade, os ecossistemas selvagens, florestais e agrícolas e preservar o património rural edificado, bem como as técnicas tradicionais de construção. A associação, que atua orientada por uma abordagem pedagógica e de cooperação, promove também a investigação científica nas áreas da Ecologia, Biologia da Conservação e Gestão de Ecossistemas, a educação ambiental, o desenvolvimento das comunidades e a dinamização do mundo rural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Related Posts
Ler Mais

Bringing the war home

Martha Rosler Balloons from the series House Beautiful: Bringing the War Home c. 1967-72Foi durante a leitura do…
Ler Mais

8M’22: Pela igualdade no espaço social e político

A Plataforma Já Marchavas volta assinalar o 8M - o Dia Internacional das Mulheres, sob o mote "Pela igualdade no espaço social e político", com uma concentração no Jardim Tomás Ribeiro, pelas 17h30, no dia 8 de março de 2022.
Skip to content