Freixo (Fraxinus angustifolia). Fotografia Uliana de Castro.

A Palombar – Conservação da Natureza e do Património Rural foi convidada pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), enquanto organismo de normalização setorial, a integrar a Comissão Técnica de Normalização de Gestão Florestal Sustentável (CT 145).

Esta comissão, onde participam várias entidades públicas e privadas, tem como principal objetivo a elaboração, acompanhamento e revisão de uma norma portuguesa específica de gestão florestal, incluindo os princípios, critérios e indicadores estabelecidos por reconhecidos esquemas de certificação florestal internacionais, que, atendendo à especificidade da floresta portuguesa, permita a sua certificação.

A Norma Portuguesa para a Gestão Florestal Sustentável é elaborada com base no contributo dos grupos de trabalho que integram esta comissão técnica definida para o efeito, a qual desenvolve o referencial normativo nacional com base nas trademarks do Programme for the Endorsement of Forest Certification (PEFC).

No âmbito da CT 145, a Palombar participa atualmente na Subcomissão 2 (SC2), cujo objetivo será rever a atual Norma Portuguesa (NP) 4406 – “Sistemas de Gestão Florestal Sustentável, Aplicação dos critérios pan-europeus para a gestão florestal sustentável”.

Esta Norma Portuguesa integra os requisitos do PEFC, sendo que o trabalho da SC2 será promover a transposição para a realidade portuguesa dos mais recentes standards internacionais do PEFC, produzindo uma NP 4406 mais robusta e melhorada.

A Palombar colabora, assim, na revisão da Norma Portuguesa 4406, procurando contribuir com a sua experiência e trabalho desenvolvido em contexto florestal no interior do país.

Outros artigos deste autor >

A Palombar – Associação de Conservação da Natureza e do Património Rural é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 2000, que tem como missão conservar a biodiversidade, os ecossistemas selvagens, florestais e agrícolas e preservar o património rural edificado, bem como as técnicas tradicionais de construção. A associação, que atua orientada por uma abordagem pedagógica e de cooperação, promove também a investigação científica nas áreas da Ecologia, Biologia da Conservação e Gestão de Ecossistemas, a educação ambiental, o desenvolvimento das comunidades e a dinamização do mundo rural.

Deixe o seu comentário

Skip to content