Monitorização e vigilância sanitária nos Pombais Tradicionais

Pombo
Foto por Paulo Calejo | Palombar
A Palombar – Conservação da Natureza e do Património Rural realizou mais uma ação de monitorização e vigilância sanitária dos pombos dos pombais tradicionais que gere.

Tão importante quanto a recuperação destas estruturas, é o seu repovoamento com pombos saudáveis e a sua manutenção e controlo sanitário, um trabalho realizado pela Palombar em todos os pombais intervencionados. Adicionalmente, assegura ainda a provisão de água e alimento para os pombos.

Outros artigos deste autor >

A Palombar – Associação de Conservação da Natureza e do Património Rural é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 2000, que tem como missão conservar a biodiversidade, os ecossistemas selvagens, florestais e agrícolas e preservar o património rural edificado, bem como as técnicas tradicionais de construção. A associação, que atua orientada por uma abordagem pedagógica e de cooperação, promove também a investigação científica nas áreas da Ecologia, Biologia da Conservação e Gestão de Ecossistemas, a educação ambiental, o desenvolvimento das comunidades e a dinamização do mundo rural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados
Ler Mais

Artistas de Rua

Queres ver a Lua refletida na calçada da rua Caminha descalça com a guitarra às costas. Agarra a…
Javali/Fotografia João Santos/Palombar.
Ler Mais

ENETWILD: Palombar integra projeto europeu de monitorização populacional e sanitária de fauna silvestre

A organização não governamental de ambiente Palombar – Conservação da Natureza e do Património Rural estabeleceu, em setembro de 2021, uma colaboração com o Instituto de Investigação em Recursos Cinegéticos da Universidade de Castilla-La Mancha (IREC, UCLM-CSIC-JCCM), em Espanha, no âmbito do projeto internacional ENETWILD. Este projeto, que integra um consórcio de instituições líderes nas áreas da ecologia e sanidade da fauna silvestre, é coordenado pelo IREC e financiado pela Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA).
Skip to content