Foto retirada de Palombar

O 59.º Campo de Trabalho Voluntário Internacional (CTVI) organizado pela Palombar – Conservação da Natureza e do Património Rural realiza-se entre os dias 16 e 27 de agosto e é dedicado à escavação arqueológica no local onde foi encontrado, em 2020, o Berrão de Ramilo, uma escultura zoomórfica esculpida em pedra granítica e que representa um javali macho, na aldeia de Duas Igrejas, no concelho de Miranda do Douro.

Este CTVI é realizado em parceria com a associação francesa Rempart, que recrutou voluntários/as para integrar o Campo de Trabalho, e conta com o apoio da Câmara Municipal de Miranda do Douro e da Junta de Freguesia de Duas Igrejas.

O Berrão de Ramilo terá sido esculpido na barreira cronológica estabelecida entre os séculos IV e II a.C., podendo ainda ter sido feito na primeira metade do Século I.

Os trabalhos arqueológicos realizados durante este CTVI, sob a coordenação dos arqueólogos Mónica Salgado e Francisco Manuel Reimão Queiroga, têm como objetivo principal a avaliação do contexto no qual se encontraria o berrão na zona onde foi localizado.

Outros artigos deste autor >

A Palombar – Associação de Conservação da Natureza e do Património Rural é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 2000, que tem como missão conservar a biodiversidade, os ecossistemas selvagens, florestais e agrícolas e preservar o património rural edificado, bem como as técnicas tradicionais de construção. A associação, que atua orientada por uma abordagem pedagógica e de cooperação, promove também a investigação científica nas áreas da Ecologia, Biologia da Conservação e Gestão de Ecossistemas, a educação ambiental, o desenvolvimento das comunidades e a dinamização do mundo rural.

Deixe o seu comentário

Skip to content