Palombar dá “Formação de Guias de Observação de Aves” em parceria com o Parque Natural Regional do Vale do Tua

A organização não governamental de ambiente Palombar – Conservação da Natureza e do Património Rural, em parceria com o Parque Natural Regional do Vale do Tua (PNRVT), está a ministrar a “Formação de Guias de Observação de Aves no Vale do Tua”, promovida no âmbito do projeto financiado pelo NORTE2020 “Percursos de Birdwatching no Vale do Tua”, desenvolvido pela Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Tua.
Fotografia Palombar

Este projeto visa criar condições de suporte à visitação informada e ambientalmente consciente na região. A formação teve início em setembro de 2021 e termina em junho de 2022. No total, são 20 os formandos, ligados a diferentes setores de atividades, com destaque para o turismo e a administração do Estado.

A decorrer em vários concelhos abrangidos pelo PNRVT (Alijó, Murça, Vila Flor, Carrazeda de Ansiães e Mirandela), esta formação tem como objetivo capacitar agentes locais das áreas do turismo, hotelaria, ecoturismo e conservação da natureza para a identificação da avifauna da região, de forma a promover um maior conhecimento e valorização da biodiversidade presente no Vale do Tua e potenciar o desenvolvimento do território e a conservação do património natural regional.

Adicionalmente, a formação contribuirá para promover o estudo e a monitorização de aves na região do Vale do Tua, aumentado a recolha de dados sobre a avifauna presente no PNRVT.

A formação está estrutura em três módulos teóricos (Introdução à observação de aves; Aves: características e padrões específicos e Território e Dinamização de Atividades) e dois módulos práticos, compostos por 12 saídas de campo destinadas à observação de diferentes espécies de avifauna associadas a habitats específicos e percursos do PNRVT e duas oficinas, uma dedicada à anilhagem científica e a abrigos e comedouros para aves e outra à ilustração de aves no seu habitat natural.

Durante esta formação, os formandos desenvolvem competências em contacto direto com o território e a sua riqueza natural e adquirem conhecimentos que lhes permitem ser guias de observação de aves no contexto de várias atividades de dinamização da região, sempre com foco na conservação da biodiversidade e na sustentabilidade ambiental.

Outros artigos deste autor >

A Palombar – Associação de Conservação da Natureza e do Património Rural é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 2000, que tem como missão conservar a biodiversidade, os ecossistemas selvagens, florestais e agrícolas e preservar o património rural edificado, bem como as técnicas tradicionais de construção. A associação, que atua orientada por uma abordagem pedagógica e de cooperação, promove também a investigação científica nas áreas da Ecologia, Biologia da Conservação e Gestão de Ecossistemas, a educação ambiental, o desenvolvimento das comunidades e a dinamização do mundo rural.

Related Posts
Ler Mais

Lagoas de Figueiró: ação de recuperação ambiental

No passado sábado, 19 de fevereiro, o Movimento Estrela Viva reuniu cerca de 60 participantes em Figueiró da Serra, naquela que foi a primeira ação de intervenção florestal promovida pelo MEV no Concelho de Gouveia.
Por do Sol
Ler Mais

Yule

Há dias em que vivo num déjà vu constante. Em que as vozes amigas mordem a memória. E…
Skip to content